Adágios – Provérbios de sabedoria


A cavalo dado não se olha o dente (ou idade)Não se deve desdenhar aquilo que se recebe graciosamente.

A fome é o melhor tempero
. Quando se tem fome, a pior comida parece a mais saborosa.

A galinha da vizinha é mais gorda do que a minha.
Tende-se a julgar as coisas dos outros melhores do que as nossas.

Água dá, água leva.
Perde-se com facilidade aquilo que facilmente se consegue.

A justiça começa em casa.
Para termos autoridade de julgar os estranhos, cumpre julgar primeiro os nossos parentes ou amigos mais chegados.

Amarra-se o cavalo à vontade do dono.
Não se contraria a opinião de uma pessoa quando o interesse é exclusivamente dela.

Amor com amor se paga.
Dispense-se a uma pessoa o mesmo tratamento que dela se recebe.

Amor e fé nas obras se vê.
Pelo que as pessoas fazem é que se vê o que elas realmente são.

A noite é boa conselheira.
Convém deixar para o dia seguinte uma decisão importante, pois a noite propícia maduras reflexões.

Antes prevenir do que remediar.
É melhor evitar o mal do que atenuar-lhe as conseqüências.

Antes que cases, vê o que fazes.
Antes de tomares alguma decisão, pensa bem nas suas conseqüências.

Antes só do que mal acompanhado.
É preferível não ter companhia a tê-la inconveniente ou comprometedora.

Antes tarde do que nunca.
É melhor fazer uma coisa conveniente depois do tempo propício do que deixar de fazê-la.

A ocasião faz o ladrão.
As circunstâncias ou facilidades podem levar-nos a praticar atos repreensíveis de que jamais nos julgaríamos capazes.

A ociosidade é a mãe de todos os vícios.
A falta de ocupação dá ensejo a que se acumulem os vícios.

Após a tempestade vem a bonança.
A momentos de aflição sucedem momentos de tranqüilidade.

As paredes têm ouvidos.
Convém tratar com a máxima discrição os assuntos sigilosos, desconfiando de tudo e de todos.

Assim como vive o rei, vivem os vassalos.
As pessoas humildes tendem a imitar os atos das que se acham em posições elevadas.

Bem mal ceia quem come de mão alheia.
A pessoa que não trabalha para o próprio sustento não pode contar com a ajuda dos outros.

Brigas de namorados, amores dobrados.
Os arrufos entre os que se querem contribuem para consolidar a afeição.

Brigam as comadres , aparecem as verdades.
Quando entram em choque os interesses de sócios ou amigos, denunciam uns as mazelas dos outros.

Cada macaco no seu galho.
Ninguém deve ir além das suas atribuições.

Cada qual com seu igual.
É inconveniente procurar algum convívio com pessoa de condição diferente da sua.

Cada qual no seu ofício.
Um indivíduo não deve opinar sobre matéria estranha à sua atividade.

Cada qual sabe onde lhe aperta o sapato.
Só a própria pessoa é que sabe as necessidades que tem ou as dificuldades que enfrenta.

Cada um dá o que tem.
Não se pode esperar de alguém aquilo que está acima de suas possibilidades, méritos ou virtudes.

Cada um por si e Deus por todos.
Cada qual deve tratar do que lhe compete e esperar que Deus providencie o que compete a todos.

Cão que ladra não morde.
Quem faz muitas ameaças não costuma cumprir nenhuma.

Casa onde não há pão, todos gritam e ninguém tem razão.
A fome leva ao desespero, à irreflexão, ao desentendimento.

Cavalo velho não pega andadura.
A pessoa que tem um hábito inveterado não deixa com facilidade.

Cesteiro que faz um cesto faz um cento.
Quem prevarica uma vez é capaz de prevaricar todas as vezes que tiver a mesma oportunidade.

Comer e coçar está no começar.
Certas coisas que não se tem vontade de fazer, basta começá-las para levá-las avante satisfatoriamente.

Da discussão nasce a luz.
Do diálogo esclarecido surge muitas vezes a verdade.

Daí a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.
Deve dar-se a cada um o que lhe é devido.

De boa árvore bons frutos.
De pessoas que tem bons antecedentes só se esperam boas ações.

De boas intenções o inferno está cheio.
Não basta projetar ter o propósito de fazer alguma coisa o importante é fazê-la.

De grão em grão a galinha enche o papo.
Pouco a pouco e perseverantemente se consegue o que se pretende.

De noite todos os gatos são pardos.
Em situações confusas não se destingem bem pessoas e coisas defeitos e qualidades. Não se consegue sobretudo distinguir amigo de inimigo.

De pequenino é que se torce o pepino.
A educação do indivíduo deve começar na mais tenra infância.

Deus escreve certo por linhas tortas.
Coisas que aparentemente nos são adversas acabam por nos ser favoráveis.

Devagar se vai longe.
Com paciência e perseverança se conseguem os melhores êxitos.

Dize-me com quem tu andas e te direi quem és.
As pessoas podem ser julgadas pelas companhias que escolhem.

Dois olhos vêem mais do que um só.
É conveniente recorrera bons conselheiros quando se tem de resolver questões difíceis.

Do prato à boca perde-se a sopa.
Entre um projeto e sua realização podem ocorrer muito obstáculos que frustram a concretização dos propósitos.

Dos males o menor.
Entre duas situações ruins é natural que se escolha ou se aceite a menos grave.

Duro com duro não faz bom muro.
Dificilmente se harmonizam pessoas que defendem com o mesmo ardor interesses que se contrariam.

Em briga de marido e mulher não metas a colher.
Ninguém deve imiscuir-se em disputas entre parentes ou amigos muito chegados.

Em terra de cegos quem tem olhe é rei.
Pessoa pouco instruída ou de poucos méritos é capaz de passas por sábia ou competente entre ignorantes e néscios.

Faze o que digo e não o que faço.
Alusão irônica aos que dão bons conselheiros mas agem ou se comportam de maneira diferente daquela que recomendam.

Ferro que não se usa gasta-o a ferrugem.
O que não se mantém em atividade acaba por inutilizar-se.

Festa acabada músicos a pé.
As pessoas são bem enquanto são necessários os seus serviços e esquecidas depois de prestá-los.

Filho de peixe peixinho é.
Os filhos herdam as tendências e os caracteres dos pais.

Filhos criados trabalhos dobrados.
Os filhos já crescidos nos causam maiores preocupações do que quando eram crianças.

Gato escaldado até a água fria tem medo.
Aprendemos a recear tudo quanto nos lembre uma experiência penosa algo que alguma vez nos causou dano.

Grandes caminhadas grandes mentiras.
Admite-se que as pessoas que viajam muito exagerem a matéria de suas narrativas.

Grandes peixes se pescam em grandes rios.
Bons resultados se obtém em negócios de vulto.

Há males que vêm para o bem.
O que nos parece às vezes desastre pode trazer-nos no fim algum proveito.

Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão.
O que prejudicam a quem a muitos prejudicou pode ser julgados com maior tolerância.

Lobo não come lobo.
Os maus não se empenham em prejudicar uns aos outros respeitam-se porque se temem.

Longe dos olhos longe do coração.
É comum esquecer alguém uma pessoa querida quando dela se afasta muito tempo. A separação arrefece as afeições.

Louvor em boca própria é vitupério.
Perde no conceito que dele se faz aquele que proclama os próprios méritos.

Macaco velho não mete a mão em cumbuca.
Pessoa que tem experiência da vida não se deixa iludir com facilidade e age com mais cautela.


Mais vale quem Deus ajuda do que quem cedo madruga.
A ajuda de Deus tem mais valia do que a diligência ou o trabalho do homem.

Mais vale um gosto do que seis vinténs.
À pessoa que realiza um desejo que satisfaz um prazer não importa o que isso lhe custe.

Mais vale um mau acordo do que uma boa demanda.
Lucra-se mais com um bom entendimento de que resulte pequeno prejuízo do que uma polêmica ou ação judicial de que pudessem resultar maiores vantagens.

Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.
É melhor Ter o pouco certo do que o muito duvidoso.

Mais vale um “toma” do que dois “te darei”.
É preferível o pouco dado no momento do que o muito prometido para depois.

Mau de muitos consolo é.
Quando se sabe que outros também sofrem aceita-se com mais resignação o próprio sofrimento.

Muito riso pouco siso.
Quem ri de tudo e de todos sem distinguir oportunidades revela não ser bastante sensato ou ajuizado.

Na adversidade é que se prova a amizade.
Os verdadeiros amigos se conhecem nas horas amargas.

Não há fumaça sem fogo.
Os fatos se denunciam pelos indícios.

Não se deve despir um santo para vestir outro.
Não é razoável privar alguém do que possui para suprir as necessidades de outro.

Não se gaste vela com o mau defunto.
Não se deve perder tempo com questão sem importância nem destingir com louvores e atenções aqueles que não têm mérito.

Não se pescam trutas a bragas enxutas.
Nada se consegue sem sacrificar um pouco de comodidade sem fazer algum sacrifício.

Não ponha o carro adiante dos bois.
Deve-se fazer tudo com ordem e lógica dando-se precedência ou prioridade àquilo ou a quem a mereça.

Não se ria o roto do esfarrapado.
A quem tem determinados defeitos não cabe censurá-los nos outros.

Nem tudo o que reluz é ouro.
Não se deve julgar valiosa uma coisa apenas pela sua boa aparência.

Ninguém é bom juiz em causa própria.
As pessoas têm sempre a tendência de decidir em proveito próprio quando lhes cabe o papel de juiz em qualquer pendência.

Ninguém é profeta em sua terra.
Não é comum reconhecer-se o justo valor de alguém na sua terra natal ou no lugar onde vive.

Ninguém será bom senhor se não for bom servidor.
É necessário ter aprendido a obedecer para saber mandar.

Novos tempos novos costumes.
Os costumes mudam de acordo com o tempo.

Nunca diga dessa água não beberei.
A circunstância nos obrigam às vezes a admitir situações que considerávamos inadmissíveis a fazer o que antes condenáramos ou rejeitáramos.

O barato sai caro.
O que pouco é geralmente de má qualidade consome-se logo e nos obriga a novas despesas.

O dinheiro é bom servidor porém mau senhor.
O dinheiro é útil quando dele nos servimos para nossas necessidades mas quando passa a ser um fim em si mesmo tornamo-nos seus escravos.

O dono do boi é quem pega o chifre.
O maior interessado em uma obra tem maior responsabilidade na sua execução e por isso deve dedicar-se a ela com maior empenho.

O hábito é uma segunda natureza.
Quem cultiva um hábito acaba por agir tão instintivamente como se fosse um dom da natureza.

O hábito não se faz o monge.
As aparências nem sempre correspondem à natureza íntima das pessoas.

O homem põe e Deus dispõe.
Nossos planos estão sujeitos a imprevistos alheios à nossa vontade.

O olho do dono é que engorda o cavalo.
Sem a assistência do dono ou interessado nada se faz satisfatoriamente.

O pote tanto vai à bica que um dia fica.
Quando se persiste em uma empresa arriscada é de se esperar uma conseqüência desagradável.

O pouco nos basta o muito se gasta.
Não se deve desejar mais do que o necessário para uma vida condigna.

Os cães ladram e as caravanas passam.
Aqueles que têm um objetivo definido não se preocupam com a desaprovação por mais ruidosa que seja.

O sol nasce para todos.
Todos têm o mesmo direito de participar dos recursos na natureza todos devem ter iguais oportunidades.

Os rios correm para o mar.
As riquezas e os bens tendem a encaminhar-se para aqueles que já os têm em abundância.

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria.
Provérbio de Salomão segundo o qual nenhuma sabedoria prevalece sem a fé.

O velho por não poder o moço por não saber deixam as coisas a perder.
A falta de força dos velhos e a inexperiência dos jovens deixam a perder uma empresa que só o vigor e a prudência dos homens maduros podem levar a bom êxito.

Palavras leva-as o vento.
O que apenas dito não pode ser provado só se deve Ter válido o que se documenta por escrito.

Palavras loucas ouvidos moucos.
Não se deve dar ouvido a palavras insensatas.

Papagaio come milho periquito leva a fama.
As pessoas mais francas são geralmente responsabilizadas pelas culpas das mais fortes.

Pau que nasce torto, tarde ou nunca se endireita.
Vícios ou falhas de educação adquiridos jamais ou dificilmente se corrigem.

Para grandes males grandes remédios.
Questões graves requerem providências enérgicas.

Para o mau oficial nenhuma ferramenta presta.
Quem não tem habilitação para um mister procura desculpar-se de qualquer modo quando não realiza uma tarefa a contento.

Para quem sabe um pingo é letra.
As pessoas cultas e sagazes percebem com facilidade as melhores sutilezas.

Pedra que rola não cria limo.
Ninguém enriquece nem consegue uma situação estável mudando constantemente seu meio de vida.

Pelos frutos se conhece a árvore.
Pelos atos se pode julgar o seu autor.

Pequenos mananciais formam um pequeno rio.
As grandes realizações resultam às vezes de pequenos atos.

Pior cego é o que não ver.
É inútil tentar convencer os que se obstinam em descrever.

Pobreza não é vileza.
As pessoas não devem ser desprezadas apenas por serem pobres e humildes a pobreza não envergonha ninguém.

Promessa é dívida.
Ninguém deve prometer sem intenção de cumprir.

Quando Deus quer água fria é remédio.
A providência divina opera maravilhas.

Quando vires a barba do vizinho arder põe a tua de molho.
Como estamos sujeitos a sofrer o mesmo que sofre o nosso próximo convém que nos acautelemos.

Quem à boa árvore se chega boa sombra o cobre.
Quem ama não vê os defeitos da pessoa ou coisa amada.

Quem cala consente.
Quando não se manifesta a determinado fato participa das sua responsabilidade concorda com o que se faz ou diz.

Quem canta seus males espante.
O canto faz esquecer as mágoas.

Quem come a carne que roa os ossos.
Quem se beneficiou em certos momentos ou situações deve suportar também os inconvenientes que deles possam resultar.

Quem com ferro fere com ferro será ferido.
Quem usa da violência acaba sendo também vítima da violência.

Quem com porcos se mistura farelos come.
Quem escolhe más companhias participa da fama.

Quem dá aos pobres empresta a Deus.
Quem faz bem ao próximo recebe a recompensa divina.

Quem gasta mais do que tem mostra que siso não tem.
É sinal de bom senso e prudência restringir os gastos aos limites do que se ganha.

Quem muito abarca pouco abraça.
Quem se entrega de muitas atividades de poucas dá conta.

Quem não arrisca não petisca.
Quem não se aventura a uma empresa não lhe colhe os resultados.

Quem não deve não teme.
Quem não pratica o mal não tem motivo para preocupações ou receios.

Quem não pode com a mandinga não arrasta o patuá.
Quem não tem capacidade para uma coisa não deve simular que a tem.

Quem não tem cão caça com gato.
Cada qual se serve dos recursos que tem à mão.

Quem nunca comeu melado quando come se lambuza.
Quem não está habituado a coisas boas não sabe como usa-las quando as consegue.

Quem o alheio veste na praça despe.
Quem se vale do que não lhe pertence está sujeito a vexames.

Quem pode o mais pode o menos.
Quem tem capacidade para uma coisa maior tem naturalmente para outra menor.

Quem porfia mata a caça.
Quem preserva alcança o que pretende.

Quem quer vai quem não quer manda.
Dificilmente uma pessoa que se interessa por fazer uma coisa encontra quem a faça com o mesmo empenho.

Quem não tem boca não manda soprar.
Quem quer fazer alguma coisa difícil ou perigosa não deve mandar que outrem o faça.

Quem tem boca vai a Roma.
À força de perguntar de pedir informações chega-se aonde se quer consegue-se o que se pretende.

Quem tem telhado de vidro não atira pedras ao do vizinho.
Quem tem motivo para ser censurado não deve censurar os outros.

Quem tudo quer tudo perde.
Quem ambiciona mais do que pode perde até o que tem.

Quem semeia vento colhe tempestades.
Quem faz provocações está sujeito às suas conseqüências.

Quem vê cara não vê coração.
Não se pode julgar pessoas e coisas apenas pela aparência pois nem sempre refletem as intenções.

Querer é poder.
A vontade firme converte-se em força e capacidade.

Ri melhor quem ri por último.
A instabilidade da sorte não permite que se tenha definido um triunfo alcançado zombando de quem não o alcançou.

Roma não se fez num dia.
As grandes realizações exigem tempo e vagar.

Se queres conhecer o vilão põe-lhe uma vara na mão.
É no exército das autoridades que se manifestam com freqüência os espíritos mesquinhos.

Se queres ser um bom juiz ouve o que cada um diz.
Não se pode ser justo em uma ocasião sem ouvir as partes em litígio.

Tal pai tal filho.
Os filhos herdam as características do pai e tendem a ser como eles.

Tempo é dinheiro.
Do bom uso do tempo se colhem vantagens.

Uma andorinha só não faz verão.
Uma pessoa sozinha nem sempre consegue realizar grandes feitos. Nada se pode deduzir com segurança de um fato isolado.

Um abismo chama outro.
Um vício acarreta outro.

Uma mão lava a outra e ambas lavam o rosto.
A cooperação entre os indivíduos produz resultados que um só não conseguiria.

Uma ovelha má põe um rebanho a perder.
Um mau companheiro pode perverter os membros de um grupo ou pôr em risco a sua reputação.

Um homem prevenido vale por dois.
Uma pessoa avisada está mais preparada para livrar-se de dificuldades.

Urubu quando é caipora o de baixo suja o de cima.
Quando alguém está sem sorte até o impossível lhe acontece.

ARTIGOS RELACIONADOS
  • tnfrasedeefeito
  • Eizabete

    Amei!…

Política de Privacidade • 2017 (CC)